O voto no Brasil é obrigatório para todos os cidadãos maiores de 18 anos. No entanto, o eleitor é livre para escolher seu candidato ou simplesmente, para não escolher. Portanto, o eleitor é obrigado a comparecer ao local de votação, seja para votar em algum dos centenas de candidatos, votar em branco ou anular seu voto.
Quando nenhum candidato ganha a preferência do eleitor ou quando o eleitor não se sente representado por nenhum dos pretendentes ao cargo, o voto em branco é uma forma de expressar esse descontentamento. O eleitor deve apertar a tecla “branco” na urna eletrônica e, em seguida, a tecla verde para “confirmar”.
Já o voto nulo é muito parecido com o voto em branco. A opção “nulo” é quando nenhum candidato ganha a confiança do eleitor. Basta o eleitor digitar um número existente, por exemplo, “00” e, em seguida, a tecla verde para confirmar.
De acordo com as regras do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os votos em branco e nulo são excluídos da contagem dos votos válidos, ou seja, estes votos não são direcionados para nenhum candidato. Essas duas formas de voto servem apenas para demonstrar a insatisfação dos eleitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *