Um passeio pelo caos da educação

A educação esta no caminho certo???

A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) lançou documentário sobre um crescimento dos índices brasileiros no Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa).  Segundo a OCDE a educação brasileira evoluiu 33 pontos nos exames do Pisa realizados entre 2000 e 2009. Na tabela geral, o Brasil está na 53ª posição, depois de superar Argentina e Colômbia, entre os latino-americanos, ficando 19 pontos atrás do México (49º), 26 do Uruguai (47º) e 38 atrás do Chile (45º).

Realmente houve um avanço na educação brasileira já que segundo a mesma organização em 2000, a média brasileira era de 368 pontos, contra 401 em 2009. Porém, é evidente que há muito (….) por fazer, afinal foram avaliados os processos educativos de 65 países e o Brasil está na 53° posição. Ou seja, ainda falta muito para realmente nos orgulhar dos resultados da avaliação da educação proporcionadas a nossos jovens. Falando em educação, o que esta acontecendo com a educação em nossa cidade?  São escolas municipais e estaduais e escolas técnicas em estado de greve. Será que nossos governantes esqueceram o valor da educação para a população e para o desenvolvimento do nosso município?

Pensando na rede municipal de educação logo recordamos que nos dias 01, 02 e 03 de agosto os profissionais de Campos realizaram uma paralisação de 72h e, dia 03 de agosto, às 14h, realizaram um ato público com concentração na Praça do São Salvador. Na rede estadual o transtorno persiste a desde o dia 7 de junho. No final de julho até começou aparecer uma luz no fim do tunél, Wilson Risolia, secretário estadual de Educação, anuncia reajuste de 3,5% a professores, porém a expectativa do fim da greve logo se apagou, e continua a greve. No IFF os funcionários aderiram nesta quarta-feira (03), à greve dos servidores federais. E na sexta (05) a Faetec parou e engrossou o movimento de greve nas redes de educação.

Não posso deixar de resgistrar minha indignação com o caos que se instalou setor educacional do nosso município. Até quando nossos jornais vão publicar como notícias as paralizações das nossas escolas? Parando para pensar facilmente percebemos que a educação de campos esta vivendo um caos, de um lado os professores e funcionários reivindicando reajustes e lutando por uma causa e do outro os governos fazendo corpo mole, sim pois a rede estadual vive em período turbulento há dois meses, ainda não deu tempo para o governo negociar e resolver? E no meio desta disputa nosso alunos que estão prejudicados Sabemos que a rede municipal, estadual e federal são de responsabilidade de governos diferentes, porém os resultados estão sendo os mesmo, greve. Volto a me questionar, será que os governos esqueceram o valor da educação? Acho que quando os governos pensam em valor da educação não pensam em aprendizagem, cultura, desenvolvimento ou educação, mas somente no quanto esta educação vai custar. A quem interessa ver povo sem educação , porquê  estão querendo alienar a população , chega de truculência , vamos passar a educação a limpo em todo o BRASIL .

 Pesquisa: Ministério da Educação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *