Durante o dia, rebeldes garantiram que Saad, outro filho do ditador, estaria negociando a rendição.

Saad afirmou à TV Al Arabiya que recebeu autorização do pai para negociar e pôr fim ao banho de sangue no país. O conflito violento que levou a Líbia para o noticiário internacional este ano teve, nesta quarta-feira (31), uma declaração surpreendente. Um dos filhos de Muammar Kadhafi disse que o pai está bem e que a vitória sobre os rebeldes está próxima. Já o Conselho de Transição comandado pelos rebeldes falou sobre futuro do país.

Em meio à festa que marcou o fim do Ramadã, o mês sagrado dos muçulmanos, os rebeldes apresentaram um plano para a Líbia, que prevê eleições democráticas em um ano e meio, mas a data só começa a contar após a captura do Muammar Kadhafi.

Os rebeldes afirmaram que vão precisar da ONU para organizar as eleições e formar uma força policial, mas descartaram receber tropas internacionais após o conflito. Durante o dia, rebeldes garantiram que Saad, um dos filhos de Kadafi, estaria negociando a rendição. Ele desmentiu a informação à rede TV americana CNN, mas afirmou à TV Al Arabiya que recebeu autorização do pai para negociar com os rebeldes e pôr fim ao banho de sangue no país.

Em um tom bem diferente, outro filho de Kadafi, Saif al-Islam, afirmou que a vitória está próxima. Em uma mensagem de áudio divulgada pela TV síria Al-Rai, ele assegurou que está em um subúrbio de Trípoli e que o pai está bem.

Saif afirmou que existem 20 mil jovens armados em Sirte, cidade natal do ditador e que está cercada pelos rebeldes. O Conselho de Transição líbio deu um prazo até sábado (3) para as tropas leais a Kadafi se renderem.

VISITE SEMPRE: http://fabriciolirio.com.br/            FONTE: Jornal Nacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *