.

Na Tunísia, houve eleições – depois de décadas sem participação popular. Foi a primeira votação desde que o movimento conhecido como Primavera Árabe derrubou um ditador que se perpetuava no poder. O enviado especial a Túnis, Carlos de Lannoy, acompanhou esse dia histórico.

Desde a independência do país, em 1956, é a primeira vez que os eleitores da Tunísia vivem a democracia. Mesmo sem voto obrigatório, mais de 80% dos eleitores foram às urnas para escolher os 217 representantes da Assembleia Constituinte. “É um momento de muita emoção”, diz uma mulher. “É um dia histórico, uma festa”. VISITE SEMPRE: http://fabriciolirio.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *