A última semana em Campos teve um cenário político confuso e instável, com a cassação, aresistência e a volta de Rosinha, com a posse relâmpago e conturbada  do presidente da câmara, com o possível rompimento de Nelson Nahim e sua desfiliação do PR, com a notícia que o DEM entrou com uma representação na câmara para destituir a mesa diretora, enfim… agora,  a prefeita após obter liminar e continuar no cargo, Rosinha será julgada pelo TER-RJ (que tem até dia 27 para julgar o caso). Ela já declarou que, se for preciso vai resistir na prefeitura. Após tanta turbulência o desejo de toda a população de Campos, que aguarda anciosa, é ver o fim deste espetáculo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *