Escolas sem aula no terceiro dia de greve

No terceiro dia consecutivo de paralisação na rede municipal de ensino, professores do Centro Educacional 29 de maio se reuniram em frente à unidade, na manhã desta quarta-feira (20), segurando cartazes em forma de protesto. A categoria exige reajuste salarial, melhorias na infraestrutura das unidades escolares, concurso público para setores que sofreram com demissões, além de plano de saúde, vale transporte e melhores condições de trabalho.

Na terça-feira (29), a diretora do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe), Norma Dias, disse que a categoria não ficou satisfeita com as propostas apresentadas pelo governo, na última reunião realizada na Prefeitura, na mesma tarde.

Um novo Plano de Saúde será votado nesta quarta (20), em sessão ordinária na Câmara. A Prefeitura também deu prazo de 15 dias para implantação do Cartão Educação para substituir o Rio Card, após parceria com as empresas de transporte. Reajuste do vale alimentação e melhores condições de trabalho aos profissionais não foram citados durante a reunião. As propostas do governo serão levadas para assembleia que acontece nesta quarta, às 17h30, no antigo sindicato da Cedae.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *