alagamentos-1512alagamento-1512-4

2b2e0617-b8bd-4fa7-9219-e303aa46124fcabc41b0-4ef6-4593-8322-09e875a2a8deOs motoristas enfrentaram trânsito caótico e alagamentos em vários pontos de Campos na volta para casa nesta quarta-feira(14). O temporal que caiu a partir das 16h30 provocou alagamentos na área central e  em vários bairros do município. Em vários trechos da Avenida 28 de Março, uma longa fila de carros se formou, porque a pista foi tomada pela água. Os alagamentos ocorreram ainda nos parques Santo Amaro, São Caetano, Turf e Tarcísio Miranda. Já na Beira-Valão, as águas invadiram o camelódromo. Outro ponto crítico foi na Rua Rocha Leão, além de vários pontos de Guarus.

Um protesto de moradores da Comunidade da Linha, no Parque Rodoviário, no final da tarde, causou engarrafamento no trecho urbano da BR-101, com reflexo na Rua Rocha Leão, perto do Hospital Ferreira Machado. Os moradores fecharam a rodovia contra alagamentos no local. O ato durou cerca de 40 minutos.

Segundo a Defesa Civil, em apenas uma hora choveu mais de 60 milímetros, o que representa mais do que o dobro da média projetada para o dia.

Segundo um morador da Rua Edmundo Chagas, no Centro, nas proximidades do Edifício Salete, na área Central, o problema é 5a38419f-1248-4bd5-b587-6070ccd8f927constante. “Sempre que chove forte acontece isso, ficamos alagados. Não temos nem como sair de casa”.

Outros pontos que estão completamente alagados são a Avenida Pelinca, área nobre de Campos, proximidades do supermercados Extra, Rua dos Goitacazes, antiga Rua do Gás, Rua Oliveira Botelho, nos fundos do 8° Batalhão de Policia Militar.

Estado do Rio pode ter chuva forte nas próximas 48 horas

A população do estado deve ficar muito atenta para as condições meteorológicas nos próximos dias. A previsão é de muita chuva por todo o estado nas próximas 48 horas. Na noite da quinta-feira, a chuva dará poucos momentos de trégua no estado. Na sexta-feira, a chuva diminui de forma geral.

O aumento da chuva nesta quarta e na quinta-feira está associado à passagem de outra frente fria pelo litoral fluminense, que vai reforçar as áreas de instabilidade que já estão espalhadas por quase toda a Região Sudeste.

Além disso, esta nova frente fria vem com uma massa polar forte e volta esfriar no Rio de Janeiro a partir da quinta-feira.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *