Foto: Folha da Manhã

O suspeito de ter executado a analista judiciária Patrícia Manhães teve alta do Hospital Ferreira Machado (HFM), na manhã desta sexta-feira (3)

O homem, de 34 anos, conduzido à 146ª Delegacia Legal no último dia 25, durante a Operação Aleiva como suspeito de ser o executor da analista judiciária Patrícia Manhães foi alvejado a tiros na tarde desta terça-feira (29), no Parque Guarus.

Segundo o delegado da 146ª Delegacia de Polícia (DP), de Guarus, Luis Maurício Armond, a informação de que o baleado se tratava do suspeito de ser o executor de Patrícia chegou durante o registro da ocorrencia da tentativa de homicídio. Uma equipe da Polícia Civil e o próprio delegado foram até o HFM, mas Armond não revelou nenhum detalhe sobre possíveis suspeitos do crime desta terça, em que a vítima, que é suspeito de ser o executor de Patrícia, foi atingido no tórax, glúteo e perna.

Durante a tentativa de homicídio, uma mulher de 57 anos foi atingida na perna. Ela também foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros Militar e levada para o HFM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *