sábado, 18  de junho de 2011 (Foto:Divulgação)

 Em continuidade ao seminário “Perspectivas  turísticas  de  Campos dos Goytacazes”, a Associação Comercial e industrial (ACIC) realiza nesta terça-feira, às 19h30, em sua sede, o segundo módulo do evento, cujo tema é ”O papel do poder público no fomento ao turismo”.  

O palestrante será o professor, designer e fotógrafo Leonardo Vasconcellos Silva, profissional respeitado pelas pesquisas que realiza no âmbito do patrimônio arquitetônico e histórico do município. Ele terá como debatedores o Secretário Municipal de Cultura, Orávio de Campos Soares, o servidor público Lúcio José de Jesus (do Departamento de Turismo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Petróleo), o turismólogo, escritor e teatrólogo Antonio Roberto Kapi, além do Secretário de Indústria, Comércio e Turismo de Quissamã, Haroldo Carneiro, na condição de convidado especial e dirigente do Instituto 7 Capitães.

A iniciativa de promover um debate democrático sobre a viabilidade de tornar o turismo do município uma atividade não apenas cultural e social, mas igualmente um nicho de aproveitamento empresarial, em bases profissionais de caráter permanente, integra a programação comemorativa dos 120 anos de ACIC. Seu presidente, Amaro Ribeiro Gomes, entende que o momento vivido por Campos parece mais que oportuno para que o Poder Público – aí incluído o Poder Legislativo – exerçam sua função fomentadora para um setor de amplas possibilidades. “Nosso potencial turístico é visível e reconhecido. O que nos falta é estruturar esse potencial de maneira estruturada e regular, sem improvisações ou ações apenas pontuais”, opina.

Ao reconhecer que esforços e várias iniciativas têm sido tomadas pela área executiva nos últimos anos, o presidente da ACIC observa, porém, que a descontinuidade no comando dos governos acaba prejudicando projetos que, com chances de sucesso, são interrompidos por questões de visão ou orientação dos titulares de uma pasta onde o turismo vem sendo atrelado a outras prioridades. “Está mais do que na hora de o município possuir uma Secretaria específica que possa, de modo independente e articulado, desenvolver um trabalho especializado, que explore de modo permanente nossas potencialidades nos segmentos de negócios, religião, arte, história, cultura,  esporte, natureza e tantas outras, que possuímos com fartura”, lembra o líder empresarial. Para ele, sendo o município destinatário de grandes empreendimentos e dispor de ricas tradições, ao lado de exemplos de modernidade, é mais que necessária uma tomada de consciência profissional, tornando essa atividade um negócio atraente e rentável para empresários, que precisam de incentivos e garantias de retorno para seus investimentos, livrando os órgãos públicos da responsabilidade única de organizar ações e manter o aparelhamento da chamada “indústria sem chaminés”.

A presença do Secretário Haroldo Carneiro é vista como oportuna, pelo que ele possa transmitir em termos não só de posicionamento oficial perante esse filão econômico e social, mas principalmente de resultados da aplicação de uma política séria e continuada, que vem rendendo prestígio e aplausos a Quissamã. Ele apresentará também, em linhas gerais, o que realiza o Instituto 7 Capitães na área de turismo rural.  Outras personalidades e autoridades confirmaram presença no evento – que é franqueado aos interessados no tema −, entre as quais o Secretário Orlando Portugal, da pasta de Desenvolvimento Econômico e Petróleo, da Prefeitura de Campos .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *