.

Esta semana promete ser bem movimentada para nosso município, prazo da liminar que garantiu o retorno temporário da prefeita Rosinha Garotinho (PR) no cargo se acabando. Conforme a assessoria do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ), o julgamento da prefeita pode ocorrer ainda na próxima quarta-feira (26).

O prazo de 30 dias para a prefeita Rosinha continuar na Prefeitura começou a contar no dia da decisão monocrática do desembargador federal Cláudio Schwaitzer, no último dia 30.  Com isso, a liminar chega ao fim no início de novembro. Os advogados da prefeita entraram com recurso para mudar a liminar, ou seja, para que não haja mais o prazo de 30 dias, mas sim que seja por tempo indeterminado, ou até o processo, que a mantém no cargo ou não, seja julgado. Sobre esta ação, Bruno Gomes, um dos advogados da prefeita Rosinha, explicou que o corpo jurídico entrou com um recurso para que a liminar não tenha prazo. O objetivo é aguardar o julgamento do mérito na Prefeitura. Logo após ser empossada pela terceira vez em três anos, a prefeita Rosinha disse que acredita em um resultado positivo.

O TRE deve julgar também, esta semana, o processo movido pelo PMDB contra a prefeita, sob a alegação de infidelidade partidária. Por pedido dos advogados da prefeita o julgamento que estava marcado para (20/10)  foi adiado e volta para a pauta na próxima quarta-feira. VISITE SEMPRE: http://fabriciolirio.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *