Foi por unanimidade que a Câmara Municipal decidiu congelar os salários do prefeito e dos vereadores a se elegerem em outubro.

Assim, o futuro prefeito receberá R$ 20 mil enquanto cada vereador, R$ 13 mil – mesmos salários de hoje.

A medida – tomada em pleno calor da corrida eleitoral – tem o objetivo de proteger a já combalida economia do município. E, claro, de fazer um bonito com o eleitorado campista – tão decepcionado com a classe política como o restante do país.

O banqueiro e político Magalhães Pinto é autor da frase que diz: “Política é como nuvem. Você olha e ela está de um jeito. Olha de novo e ela já mudou”.

Mineiro como ele só, deve ter dito essa frase inspirado em nossa cidade. Afinal, segundo o atual presidente da Câmara, Edson Batista, o congelamento que foi decidido esta semana poderá ser revisto logo nos primeiros dias do ano que vem. Se o futuro presidente da Casa assim o desejar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *