Perder RG, CPF e cheque aumentam as chances de cair em fraudes. Golpistas abrem empresas, fazem empréstimos e compras pela internet.

Documentos roubados como RG, CPF ou folhas de talão de cheque podem virar uma dor de cabeça de meses e até de anos. Por isso, não dá para descuidar dos pertences pessoais nenhum instantes em locais públicos. Com documentos roubados ou perdidos aumenta a chance de golpes, de fraudes. É o que mostra levantamento inédito. “Eles chegam nessa parte de abrir empresa, de negociar, de ficar anos usando documentos fraudulentos sem que o consumidor seja notificado ou que tenha um problema efetivo. Aí já tem uma inadimplência e o consumidor é notificado desse problema que teve”,explica Maria Zanforlin, superintendente do Serasa Experian.

A desembargadora aposentada Vânia Paranhos fez um pagamento com cheque em São Paulo, que acabou descontado com um valor vinte vezes maior no Pará. E o golpe teve desdobramento. “Eu tinha conta conjunta com a minha filha e eles usaram o CPF dela para comprar um celular”, conta.  Os golpistas abrem empresas, fazem empréstimos, compram muito pela internet. Eles são rápidos, por isso é preciso uma reação imediata. Algumas atitudes devem ser tomadas:

– Entre em contato na hora com o banco ou com a operadora de cartão de crédito e peça um comprovante.
– Se o problema é com o cheque tem que sustar.
– Faça um boletim de ocorrência. Em muitos estados é tudo pela internet.
“O boletim de ocorrência pode ser usado caso ela tenha que tomar alguma medida administrativa ou judicial. Aí ela tem um documento hábil para resguardar o seu direito”, explica o advogado Rodrigo Moreno Paes Barreto.

Para evitar fraudes envolvendo seu nome é possível cadastrar documentos roubados, furtados ou perdidos. Saiba mais aqui.

VISITE SEMPREhttp://fabriciolirio.com.br/    Fonte: Jornal Hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *