Cabral reúne no Rio e Rosinha realiza protesto na BR 101.

Convocados pelo governador Sérgio Cabral, mais de 50 prefeitos fluminenses, 17 deputados federais e 20 estaduais, além de lideranças sindicais, do Poder Judiciário, comércio e indústria do Rio participaram ontem de manhã do encontro no Palácio Guanabara para preparar a manifestação “Contra a Injustiça – Em Defesa do Rio”, marcada para quinta-feira, na Cinelândia. O ato promete reunir mais de 100 mil pessoas em protesto contra re-distribuição dos royalties do petróleo.

Cabral declarou que o Rio não quer nada mais que seus direitos. Não quer que receitas tão importantes para o dia-a-dia das pessoas sejam comprometidas e cobrou coerência do governo federal caso a Câmara aprove o projeto de lei do senador Vital do Rego, já aprovado no Senado.

Os 11 integrantes da Organização dos Municípios Produto-res de Petróleo (Ompetro) estão organizando a ida de cerca de 10 mil pessoas ao Rio em 200 ônibus. Segundo o prefeito de Macaé e presidente da Ompe-tro, Riberto Mussi, somente da sua cidade cerca de seis mil deverão participar da manifestação. “Vamos tentar trazer o máximo possível de pessoas pa-ra mostrar a força do Rio. Se as mudanças de fato aconterem, será o caos”, disse Mussi.

A concentração será a partir das 15h, na Candelária, de onde sairá a passeata. A sessão de quinta-feira da Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) foi suspensa, para que os deputados possam participar do protesto. Ontem, monumentos do Rio, inclusive o Cristo Redentor e o prédio da Alerj, amanheceram com bandeiras da campanha em defesa do Rio. Os clubes de futebol também estão engajados.

VISITE SEMPRE: http://fabriciolirio.com.br       Fonte: Folha da Manhã

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *