O PT de Campos decidiu não lançar candidato à prefeitura de Campos e vai apoiar a candidatura de Caio Viana(PDT). A decisão foi tomada durante uma reunião do diretório municipal, na noite desta quarta-feira(03), na sede do partido, na Rua Aquidaban, no Centro.

O sindicalista Hélio Anomal, ex-presidente da sigla, defendia  candidatura própria e  chegou a colocar  seu nome à disposição dos convencionais. Todavia, o PT se viu isolado e decidiu pelo apoio a Caio. “A direção nacional do partido defendia uma candidatura própria em Campos, mas nenhum partido quis fazer aliança com PT para a eleição de prefeito, por isso resolvemos ficar com o candidato do PDT, legenda que vem apoiando o PT a nível nacional.  Apenas adiei o sonho de ser prefeito da minha cidade”, disse Anomal.

Questionado sobre a falta de experiência levantada por Arnado Vianna,  pai do candidato do PDT Caio Viana, Anomal admitiu que o Caio nunca administrou coisa alguma, mas  procurou minimizar. “Inicialmente, também achei que ele é jovem e inexperiente. Mas, depois percebi que ele quer dialogar com a população e os partidos coligados, e isso em política é bom sinal”, minimizou Anomal.

A vereadora Odisséia Carvalho afirmou que a decisão pela aliança com o PDT é a opção que visa garantir pelo menos uma vaga na Câmara de Vereadores. O partido vai coligar na eleição para a Câmara com o PEN e o PMN.

Havia correntes no partido com  visões diferentes. Elas defendiam alianças com outros candidatos, como  Rafael Diniz (PPS) e  Rogério Matoso (PPL). Mas, a maioria dos membros do diretório municipal decidiu por Caio.

O PDT já conta, agora, com três partidos na coligação, incluindo o PSB do candidato a vice, vereador Gil Vianna, e o PSDC do deputado João Peixoto e do vereador José Carlos Monteiro.

PT JÁ ESTEVE COM MOCAIBER E ARNALDO

Depois da sucessão de escândalos com a Operação Lava Jato (o petrolão) e o afastamento da presidente Dilma Roussef, o PT perdeu seu único representante na Câmara, o vereador Marcão Gomes, que se transferiu para a Rede Sustentabilidade.

Não é a primeira vez que o PT de Campos se alia ao PDT no município. No governo Arnaldo Vianna, em 2002, mesmo diante dos escândalos como a CPI dos Shows, o PT fez aliança com um dos governos mais corruptos da história de Campos, ocupando a Secretaria Municipal de Agricultura.

Depois, já no governo Alexandre Mocaiber, se juntou ao governo que ficou marcado pela Operação Telhado de Vidro, que afastou Mocaiber, prendeu secretários e empresários acusados de fraudes. Na ocasião, o PT ocupou a Secretaria Municipal de Habitação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *