thumbsmaterias (1)

Professores da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (Uenf) estarão realizando uma assembleia, a partir das 15h, desta quarta-feira (12/03) para decidir o rumo da categoria. A partir do encontro, os profissionais irão decidir ou não pela ratificação da greve por tempo indeterminado.

De acordo com o professor doutor e pesquisador do Laboratório de Ciências Ambientais (LCA) da Uenf, Marcos Pedlowski as principais reivindicações da categoria são: reposição da perda salarial de 86,7%, que segundo ele, vale para todos os servidores da universidade e pagamento adicional de 65% da dedicação exclusiva.

“Nós não podemos ter outra fonte de renda a não ser a da Uenf. É por isso que queremos esse adicional, já que outras instituições, como a Uerj, que trabalha com esse regime também tem”, acrescentou Marcus.

O professor ainda informou que desde a última paralisação dos docentes, em 2012, o governo não teria resolvido a situação dos servidores. “Em dezembro de 2012 o governo pediu que terminássemos a greve. Passou 2013 todo e não tivemos nem conversa. Agora não vamos mais esperar. Se tiver a decisão pela greve, começaremos já na quinta-feira (13/03).

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *