A saga da ponte continua. A tão sonhada estrutura sobre o rio Paraíba do Sul, de 1,3 quilômetros de extensão e 16,2 metros de largura, que ligará os municípios de São João da Barra e São Francisco de Itabapoana ainda está longe de ser concretizada. Iniciada na década de 80, a obra prevê a solução para a acessibilidade entre os dois municípios. São Francisco, no lado norte, foi emancipado em 1996, quando foi iniciado um movimento pela retomada das obras, sem efeito. Quase quatro décadas após início das obras, o percurso é o mesmo, de barco ou pela estrada, dando a volta por Campos. As prefeituras lutam pela retomada das obras e o Governo do Estado apresenta novo prazo.

A estrutura, avaliada inicialmente em cerca de R$ 105 milhões, está sendo erguida na RJ 196, no trecho entre as interseções com a BR 356, na fazenda São Domingos, em SJB, e a RJ 194 na localidade de Campo Novo. Segundo o deputado estadual João Peixoto (PSDC), a previsão é de que as obras, paralisadas desde janeiro de 2016, sejam retomadas no próximo mês. “Estou cobrando porque, essa é uma promessa muito antiga de quando o governador ainda era vice. Na nossa última conversa, retomei esse assunto e ele se comprometeu com essa resposta”, ressaltou o deputado.

O superintendente do Departamento de Estradas e Rodagem do Rio de Janeiro (DER-RJ), Ivan Figueiredo, afirma não ter confirmação do retorno. O órgão é responsável pela execução do projeto pela construtora Premag. A reportagem da Folha tentou contato com a Secretaria Estadual de Obras, mas não obteve retorno.

Para os municípios envolvidos, o atraso afeta o desenvolvimento. “Além de reduzir o tempo de viagem entre as duas cidades para apenas 20 minutos (atualmente é de quase duas horas), permitirá o melhor escoamento da produção agrícola, facilitará o acesso dos moradores de SFI para trabalhar no Porto do Açu, em SJB, e ainda fomentará o turismo, já que o município sanfranciscano tem 62 quilômetros de litoral, dos quais 80% deles de praias nativas, além de outras belezas naturais”, considerou a prefeita de São Francisco, Francimara. 

Prefeituras unidas em busca de solução

Desde a última paralisação, as prefeituras de SJB e SFI vêm tentando encaminhar a questão. No início de fevereiro, a prefeita Carla Machado, se reuniu com o secretário de Estado de Obras, José Iran Peixoto e solicitou o reinício das obras da ponte. Mesmo mês que o deputado estadual, João Peixoto protocolou uma indicação legislativa.

Em maio, o assunto foi debatido na Câmara de Vereadores de São João da Barra, por sugestão do Comitê de Bacia Hidrográfica do Baixo Paraíba do Sul (CBH-BPSI). No encontro, uma reunião com o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) foi acordada e realizada no mês seguinte.

Na ocasião, o governador afirmou vir à região entre a segunda quinzena de agosto e a primeira de setembro.

Até o momento, a certeza era que a retomada das obras envolvia a liberação de uma cota de R$ 10 milhões repassados pelo governo.

Em julho, a prefeita de SFI, Francimara Barbosa Lemos, informou, por meio de nota, que conversou diretamente com o governador, Pezão, além de ter participado de audiências com deputados estaduais solicitando o empenho dos parlamentares junto ao governo estadual para o retorno e a conclusão das obras.

Fonte: Campos24h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *