.

O PMDB estava movendo uma ação contra a prefeita alegando infidelidade partidária. A sessão que iria decidir a questão acabou sendo adiada de semana passada para esta quarta-feira (26). Ontem em sessão o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu a favor da prefeita, por unanimidade, como justa a sua desfiliação do PMDB, por considerar que houve perseguição do partido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *