.

Segundo o Ex-secretário de Obras, César Omero, a obra da Beira-valão seguiu o seu projeto inicial.  Este afirmou publicamente que a borda do canal foi estruturada, assim como as calçadas externas. Será que ele não olhou do outro lado da rua? Do lado do canal calçadas construídas, mas basta atravessar a rua em ambos os sentidos e nos deparamos com várias calçadas esburacadas, sem a menor condição de passagem de um cadeirante ou um idoso, e oferecendo risco para toda a população que transita pela beira-valão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *