A Justiça Eleitoral do Rio de Janeiro começa nesta segunda-feira (19) a inseminação das cerca de 38 mil urnas que serão utilizadas durante as eleições para prefeito e vereador no Estado. Durante o processo, que acontece em 27 polos de cargas, são inseridos nos aparelhos os programas com nomes, números e fotos dos candidatos, assim como dados de seus partidos e coligações. Também é neste momento em que é determinada a ordem de votação e são inseridas as informações sobre os eleitores de cada seção eleitoral.

 

A inseminação das urnas eletrônicas continua até o próximo dia 27 e é acompanhado por representantes do Ministério Público, OAB, partidos políticos, coligações e candidatos, convocados pelos juízos eleitorais responsáveis para garantir a lisura do processo eleitoral e a segurança das urnas eletrônicas até sua lacração.

 

Em Campos — O chefe do cartório da 98ª Zona Eleitoral (ZE), Marcelo Bessa Cabral, afirmou em seu blog que o trabalho de inseminação das urnas começa somente amanhã (20) no município. “São 34 técnicos de urna e 12 carregadores trabalhando em tempo integral para que tudo esteja pronto no dia 20, quando serão inseminadas as urnas das Zonas 99 e 249, situadas em Campos”, escreveu.

 

No polo de carga de Campos, que é coordenado pela 98ª ZE e funciona no campus Centro do Instituto Federal Fluminense (IFF), serão inseminadas as urnas eletrônicas destinadas às eleições em Campos, São João da Barra, São Fidélis e São Francisco do Itabapoana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *