Nova frente fria deixa estado do Rio em alerta para esta quarta-feira

Uma nova frente fria, que já chegou ao Sul do Brasil e está a caminho do Sudeste, pode trazer novamente mudanças do tempo para a região, de acordo com o Climatempo. A previsão é de que, nesta quarta-feira (13), o Rio de Janeiro seja novamente atingido por fortes chuvas. A Marinha também emitiu um alerta nessa segunda-feira (11). A Secretaria de Educação suspendeu as aulas nesta quarta em todo o Estado. Prefeitura do Rio também comunicou que não haverá aula no período da manhã. O avanço da nova frente fria e o deslocamento de um sistema de baixa pressão atmosférica vão deixar a região em alerta. “As pancadas de chuva, por causa do calor, já poderão ser fortes e ocorrer em mais áreas a partir da tarde desta terça-feira, mas será principalmente na quarta que a chuva virá constante, forte e volumosa. O Grande Rio, a Costa Verde, o estado como um todo pode voltar a enfrentar problemas decorrentes da chuva”, analisaram os meteorologistas do portal Climatempo.A semana ainda terá mais instabilidade, e a previsão indica chuva todos os dias para o estado. Por meio de nota à imprensa, a Marinha informou que a passagem da frente fria poderá provocar ventos fortes, com intensidade de até 60 km/h, que poderão gerar ondas de Sudeste a Sul de até 3 metros. A população deve ficar atenta às orientações da Defesa Civil e aos avisos meteorológicos.Previsão mobiliza Rio — Diante dos alertas emitidos por órgãos da área de meteorologia, a Prefeitura do Rio adotou medidas de prevenção para esta quarta. Escolas da rede municipal funcionarão apenas no turno da manhã. O pedido foi estendido à rede privada.Seguindo a orientação da Defesa Civil do Estado, que recomendou que as pessoas permaneçam em locais seguros e evitem deslocamentos em caso de alagamento, a Secretaria de Estado de Educação vai suspender, nesta quarta-feira (13/2), as aulas em todo o estado. A reposição do conteúdo será feita de acordo com o calendário definido pelas direções das escolas junto com as diretorias regionais, respeitando os 200 dias letivos.De acordo com o jornal O Globo, entre outras medidas, não haverá coleta de lixo durante o temporal, e a Rio Águas abrirá comportas para evitar alagamentos de bairros da Zona Sul. (A.N.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *