Mulher vai à delegacia após ser atacada com seringa no Centro

Uma jovem de 28 anos foi atacada por uma mulher com objeto perfurocortante na área central de Campos. O caso aconteceu no início da noite desse sábado (9), em frente ao Hospital Plantadores de Cana, após a vítima sair de uma van. A informação foi confirmada pela Polícia Civil. Na última sexta-feira (8), um áudio foi veiculado em redes sociais. Nele, um homem, que se identificou como médico, alertava a população em relação a possíveis ataques com seringas, que estariam sendo praticados em pontos centrais do município.

Por volta das 18h30 desse sábado, a vítima desceu do veículo quando a suspeita, que vestia uma blusa com capuz azul, passou por trás e a furou com uma agulha, fugindo em seguida. A Polícia Militar conduziu a vítima à 134ª Delegacia de Polícia (Campos-Centro) para registrar a ocorrência. Os militares informaram aos policiais civis que, na sexta-feira, abordaram uma moradora de rua com as mesmas características descritas pela jovem, que foi encaminhada ao hospital para ser medicada.

A Polícia Civil não tem informações sobre a natureza do objetivo utilizado no ataque. Quem puder auxiliar nas buscas pode comparecer à 134ª DP. Outras vítimas também devem ir à delegacia do Centro para fornecer dados que possam ajudar na localização da suspeita.

Divulgação na internet – Na última sexta-feira, um áudio foi compartilhado em redes sociais com informações sobre casos semelhantes. Um homem, que se identificou como médico de um hospital particular do município, relatou que uma idosa deu entrada na unidade após ser atacada por uma mulher supostamente contaminada pelo vírus HIV. “Por mais que a chance de contaminação seja pequena, a paciente chegou aqui com um corte no braço provocado por uma agulha”, destacou o homem.

Até a manhã deste domingo (10), somente uma vítima havia comparecido à delegacia para registrar o ataque.

Fonte: Folha da Manhã

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *