Muitos Acidentes

A BR-101 tem sido palco de muitos acidentes que acontecem diariamente. Embora a Autopista Fluminense esteja recapeando parte do asfalto, ainda são muitos os buracos na pista. A falta de infraestrutura aliada a imprudência de motoristas acaba provocando vítimas, muitas fatais, que perdem suas vidas de forma brutal.

Muitos dos acidentes acontecem em ultrapassagens perigosas entre carretas, ônibus e até veículos de passeio. Portanto, a duplicação da rodovia é fundamental, senão para sanar, mas sim para reduzir o n° de acidentes. Como o que ocorreu no dia 7 de julho próximo a Campos, que deixou um morto e dois feridos. A colisão envolveu um caminhão e um Fiat Fiorino, que se chocaram de frente. O condutor do carro morreu carbonizado e preso às ferragens, já que o veículo, após a batida, pegou fogo. Já o motorista e carona do caminhão foram levados para o hospital com ferimentos leves.

Quem trafega pela rodovia diariamente não gosta de saber desses acidentes, mas sem querer passa por carros batidos e vítimas sendo atendidas no acostamento pela Concessionária Autopista ou Bombeiros todos os dias.

O motorista também percebe que a pista vem recebendo algumas melhorias, mas também sente no bolso o valor desses investimentos, já que o pedágio começou a ser cobrado em 2009, em ambos os sentidos, e até agora recebemos somente o recapeamento de trechos. E, ao que tudo indica, a duplicação entre Rio Bonito e Casimiro de Abreu ainda deve demorar para acontecer. Na Região Norte do Estado, entre Macaé e Campos, as articulações políticas estão ajudando a acelerar o início das obras, mas neste pedaço, ainda faltam muitas licenças e ajustes  no projeto inicial, como alterações nos acessos e retornos.

Enquanto a duplicação não vem, motoristas vão se aventurando nas pistas da BR 101 e tentando desviar dos imprudentes que jogam os carros no acostamento durante ultrapassagens perigosas e, muitas vezes, proibidas. Aí, só  Deus para proteger! (Correio da Br, 04 a 10 de julho de 2011).

Apoio e reforço o movimento pela duplicação da BR 101, pois as pessoas que utilizam esta rodovia pagam pedágio e tem direito a uma infraestrutura que proporcione condições indispensáveis para uma viagem tranquila. O n° de acidentes ocorrido nesta rodovia torna notório e inscutível  a necessidade da duplicação da BR 101. A população anseia pela realização desta obra, o quanto antes, para que vidas deixem ser ceifadas de maneira tão repetina e brutal por mais acidentes na BR 101.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *