Morreu nesta terça-feira (05/07), em sua casa no Rio de Janeiro, vítima de câncer, o ex-comandante do 8º Batalhão de Polícia Militar (8º BPM/Campos), tenente-coronel Jonei Sardenberg Pestana. O local e horário do sepultamento não foram divulgados. A morte foi confirmada pela assessoria de imprensa da Polícia Militar.

Sardenberg assumiu o comando do batalhão em 17 de janeiro de 2013, em substituição ao coronel Lúcio Flavio Baracho, que foi designado para o cargo de Chefe do Estado Maior do 6º Comando de Policiamento de Área (CPA). Sardenberg ficou na corporação até dezembro daquele ano, quando foi substituído pelo também tenente-coronel Antônio Carlos Sabino.

HISTÓRICO MILITAR
O tenente-coronel Jonei Sardenberg Pestana, iniciou sua carreira na corporação em 1990, quando ingressou na antiga Escola de Formação de Oficiais, onde hoje é a Academia de Polícia Militar Dom João 6°, no Rio de Janeiro. Formou-se como aspirante em 1992, sendo designado para servir, primeiramente no 21° BPM, em São João de Meriti, onde trabalhou por nove anos.

Fez curso de aperfeiçoamento para oficiais e após a formatura trabalhou no Quartel General por dois anos, e posteriormente, na 1ª Companhia Independente da Polícia Militar, onde foi subcomandante e depois comandante dessa companhia, que faz a segurança na sede do governo no Palácio Guanabara.

O oficial também trabalhou no Departamento Nacional de trânsito (Detran), onde ficou cedido por oito meses. Após esse período, o comandante retornou a Baixada Fluminense, onde trabalhou no 15° Batalhão, e posteriormente, fez curso superior de polícia e serviu no Batalhão de Choque e no Quartel General novamente.

Também trabalhou nos comandos de área do 1°, 7° e 6° CPA, no Centro do Rio, na Região Serrana e em Campos, respectivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *