Ministério pode embargar BBB12.

Ministério das Comunicações investigará se Globo infringiu lei ao veicular cena polêmica.

Na minha opnião existem muitos outros programas mais produtivos (educativos e/ou informativos) que podem ir ao ar neste horário. Na verdade o BBB12 não oferece nenhum benefício para seus expectadores e ainda incita aos nossos jovens  a tomarem conta da vida dos outros e a ver “tudo” como natural.

Que vantagem alguém tira da atual polêmica do BBB12? 

Ao meu ver NENHUMA!!!!!!!!

Veja se não tenho razão:

  •  Proporciona ao expectador conhecimento? NÃO
  • Gera aguma informação útil se você for fazer uma entrevista de emprego ou participar de um concurso? NÃO
  • Gera diversão e prazer? NÃO, como alguém pode se divertir tomando conta da vida dos outros. Bem, se alguém consegue se divertir assim, não deveria.

Por exemplo, muitos dos nossos jovens, ao invés estarem conversando sobre algo produtivo estão discutindo a atual polêmica do programa.

É esta a educação e cultura que queremos deixar para nossos jovens?????????

Isto sem comentar a imagem que é passado do Brasil para os outros paises???? É por progrmas deste tipo que o Brasil acaba sendo visto por muitos estrangeiros como uma ” baderna”.

Bem em relação ao programa, em nota, o Ministério das Comunicações informou que investigará as imagens veiculadas no domingo, 15, pela Globo durante o programa ao vivo do BBB12. Caso se constate irregularidades , poderá punir a emissora até com a interrupção da concessão, além de multas e outras sanções. O órgão ainda solicitou à Anatel que investigue o que se veiculou na TV a cabo. Com a entrada da polícia no caso, a cúpula da emissora decidiu excluir o participante do programa para que ele pudesse se esclarecer formalmente e por julgar que o comportamento dele fora gravemente inadequado.

A Globo entrou em detalhes na polêmica no Jornal Nacional de terça, 17, e no BBB do mesmo dia, com uma matéria de dois minutos sobre as investigações da polícia e com a leitura de uma nota oficial pelo apresentador Pedro Bial.

Um abraço, Fabrício Lírio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *