O faturamento é recorde: quase R$ 50 bilhões. A expectativa do setor ainda é otimista: fechar 2010 com um aumento de 8,5% nas vendas.

As vendas do material para construir estão em alta – e os preços também. Quem compra sente no bolso o aumento, e quem vende está esbanjando alegria. Nos primeiros seis meses do ano, as vendas aumentaram 6%. O segmento aposta em um crescimento ainda maior que o do país até o fim deste ano, e maioria dos preços sofreu alta.

O preço do material de construção subiu mesmo nos últimos anos. Só houve queda no valor de um item: a massa corrida. Outros produtos só registraram alta, segundo um levantamento que analisou as variações de 2005 a 2010 em São Paulo. O maior aumento foi da areia: 137,5%. A telha registrou uma grande alta nesse período e o tijolo também.

A alta do dólar também trouxe impacto no material importado. Um porcelanato sofreu reajuste em uma loja. Mesmo com tantas variações, as vendas cresceram 6% nos seis primeiros meses deste ano, segundo a associação nacional dos comerciantes do setor. Faltam poucos minutos para uma loja de material de construção fechar, mas ainda tem muito movimento, com vários clientes.

No ano passado, as lojas de material de construção venderam 10% mais que no ano anterior. O faturamento foi recorde: quase R$ 50 bilhões. A expectativa do setor ainda é otimista: fechar 2010 com um aumento de 8,5% nas vendas.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *