O Mercado Municipal de Campos completou 95 anos de fundação nesta quinta-feira (15). No entanto, a data comemorativa passou em branco e nenhuma celebração especial foi promovida. Segundo a diretoria do local, o atual cenário político e financeiro do município não foi favorável para a realização das festividades previstas para o período. Inaugurado em 15 de setembro de 1921, o prédio histórico de 120m de comprimento por 25m de largura, inspirado na arquitetura francesa do Mercado de Nice, aguarda há cerca de dois anos o início das obras de restauração da estrutura e do entorno, previstas no projeto de revitalização do Centro Histórico do município.

A três meses e meio do final do ano, uma promessa da prefeita Rosinha Garotinho (PR) fica cada vez mais difícil de ser cumprida. Ela se comprometeu a concluir todas as obras que começou até o final do mandato, que se encerra em 31 de dezembro deste ano.

De acordo com diretor do mercado, Sidney Garcez, as obras de revitalização do prédio histórico não foram iniciadas devido as solicitações dos permissionários e feirantes que temem queda nas vendas caso a transferência das atividades para espaço provisório, na rua Benta Pereira, também no Centro, seja efetivada. “Os trabalhadores estão aqui há muito tempo e têm medo de levarem prejuízo neste período de crise. Eles fizeram dois abaixo-assinados, em dezembro do ano passado e em julho deste ano, para continuarem onde estão. Para eles, é melhor ficar, mesmo que o atual espaço necessite de obras”, contou o diretor.

Há 51 anos no Mercado Municipal, o vendedor de ovos Ananias Crespo, 70 anos, disse estar feliz de continuar no mesmo local. “Criei um casal de filhos e quatro netos aqui e estou muito satisfeito por participar da construção da história deste lugar”, disse.

Camelódromo — Bem ao lado do Mercado Municipal, as obras de construção do novo Centro Comercial Michel Haddad, o antigo camelódromo, estão em andamento. A obra orçada em R$ 9.985.938,34 se arrasta há dois anos, com polêmicas e protestos dos permissionários.

A equipe de reportagem procurou a Prefeitura para saber sobre a obra no Mercado Municipal, mas não obteve resposta até o fechamento desta edição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *