“Uma linda menina negra desperta a admiração de um coelho branco, que deseja ter uma filha tão pretinha como ela. Cada vez que lhe pergunta qual é o segredo da sua cor, ela inventa uma versão”. Esse é o resumo da história Menina Bonita do Laço de Fita, escrita por Ana Maria Machado, que será apresentada no Castelo Medieval da Cidade da Criança Zilda Arns nos dias 08 e 09, 15 e 16 de abril, às 15h30. A história, que aborda a questão da diversidade, passa uma mensagem de amor e respeito ao próximo em comemoração à Páscoa, celebração da igreja cristã em homenagem à ressurreição de Jesus Cristo.

Segundo o superintendente de Entretenimento e Lazer, Hélio Nahim, a proposta da equipe de arte recreadores é, através da contação de histórias, ensinar desde cedo para as crianças o verdadeiro sentido da data.

— A equipe vai mostrar de forma bem lúdica, através do teatro de fantoches, uma história onde os valores são respeitados. Tratar a questão da diversidade é fundamental porque mostra que todos nós somos iguais, independente da cor da pele — diz o superintendente.

Além do teatro de fantoches, a programação do castelo inclui também pintura temática e oficina de orelhas, onde as crianças vão produzir máscaras dos coelhinhos.

— Essas oficinas acontecem nestes dois finais de semana às 14h, 15h, 19h e 20h30. Tem também a recreação com dança e caça aos ovos, feita no entorno do castelo às 16h30”, informa o arte-recreador Paulo Tarso. O espaço também oferece passeio de carrociclo, parquinho, visitações ao Espaço da Ciência, na geodésica; banhos na fonte interativa. O parque temático também conta com praça de alimentação.

Funcionamento – A Cidade da Criança funciona de terça-feira a domingo, de 14h às 21h. Crianças de até 12 anos, acompanhadas dos pais ou responsáveis e idosos a partir de 60 anos, não pagam para entrar. Estudantes a partir de 13 anos, mediante documento de identificação, pagam meia-entrada, R$ 2,50. Adultos pagam R$ 5. A Cidade da Criança fica na Avenida 28 de Março, s/nº, Parque Alzira Vargas.

Fonte: Comunicação PMCG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *