Moradores reclamam da falta d’água na localidade de Santa Cruz.
Uma enorme fila de veículos se formou na RJ entre Campos e São Fidélis.

moradores_de_santa_cruz_fecham_rj158_contra_falta_de_agua_e_ambulancia_-_09-01-2014_-_foto_mauro_de_souza_-_ururau_9

 

Cerca de 60 moradores da localidade de Santa Cruz, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, fizeram um manifesto na tarde desta quinta-feira (9) e fecharam os dois sentidos da RJ-158, rodovia que liga Campo a São Fidélis. O motivo seria a falta de abastecimento d’água na comunidade e a péssima qualidade do serviço prestado.

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual, os moradores atearam fogo em galhos e pneus. O trecho ficou interrompido por quase uma hora. Alguns veículos que passaram pela via tiveram que aguardar até o fim do protesto para seguir viagem. Os Bombeiros de Campos foram acionados e controlaram as chamas.

A assessoria de imprensa da prefeitura de Campos, uma vez que a responsabilidade pelo fornecimento d’água é de responsabilidade da Empresa Municipal da Habitação (Emhab).

Por meio de nota a assessoria informou que a localidade de Santa Cruz sempre foi abastecida por um poço da Usina Santa Cruz. Com o fechamento da Usina, a prefeitura instalou um gerador para que a população não ficasse desabastecida.

A presidente da Emhab, Simone Muniz, informou que o poço da localidade já foi perfurado e, no momento, está sendo aguardada a análise da água e a chegada do filtro para que seja feita a distribuição do produto. Simone Muniz disse, ainda, que em nenhum momento foi informada sobre a falta de água na comunidade. Assim que ficou sabendo, enviou um caminhão pipa ao local. Ela acredita que a falta d’água ocorreu devido ao aumento de demanda com a alta temperatura dos últimos dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *