Aconteceu na manhã desta terça-feira, dia 22/10, uma manifestação da educação, dos professores do município, reuniram-se na praça São Salvador aproximadamente 1000 profissionais da educação que além de reivindicarem o aumento do recurso destinado para a educação especificamente, fizeram também um mural fotográfico da real situação das escolas públicas em Campos, palavras de ordem com o “CAMPOS A CIDADE BILIONÁRIA COM O IDEB ZERO” e “FORA MARINÉIA ABDU NOS NÃO SOMOS IDIOTAS NÃO” ecoou em toda praça São Salvador, para todos aqueles que estavam na praça e os que estavam passando, após as 12h, os manifestantes caminharam até a Câmara Municipal de Campos, com o intuito de participarem da audiência pública, porém foram impedidos pela guarda da Câmara. Uma atitude truculenta e ditadora, após horas no sol, uma pequena comissão de professores pode adentrar no prédio da Câmara, depois de muito empurra, empurra e muitas agressões, um caso indignou os professores, o vereador Paulo Hirano, as grades no portão da Câmara, evento esse que foi registrado por foto e será posto na web, para que todos vejam, quem realmente é o líder do governo que esta dentro da Câmara, disse os professores : “NÃO PODEMOS CONVIVER COM A AGRESSÃO AOS NOSSOS PROFESSORES VAMOS APROVAR UMA NOTA DE REPUDIO E PROCESSAR ESTE SENHOR SE FOR O CASO”.
O grupo do Sepe que lidera estas novas manifestações, é uma parte minoritária que não concorda com os acordos feitos pela majoritária do Sepe, que é liderada por lideranças do PT em Campos. Uma das principais reivindicações é de 25% do orçamento público para investimento na educação, o orçamento anual como esta consta com o investimento total de 360 milhões, sendo 160 milhões verba federal e 200 milhões por parte da Prefeitura o movimento requer que essa verba seja de 500 milhões por parte da Prefeitura de Campos dos Goytacazes – RJ.
Queremos uma educação de qualidade para os nossos filhos, não é mais possível que a cidade não invista na qualidade de ensino para os nossos alunos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *