O homem bomba voltou, Enilson, 58 anos de conhecimento no funcionamento nas escolas de campos.

Em Entrevista ao Jornalista Fabrício Lírio, Enilson de Paula Martins, declarou seus motivos pelo seu protesto pelas ruas de Campos :

“Eu estou caminhando pela cidade fazendo meu protesto em relação ao mal investimento de 6 milhões e 200 mil, desejo que o governo municipal fale onde estes milhões serão gastos realmente ? eles terão que mostrar em que será gasto este dinheiro”.

           Por que você acha que este valor é muito alto para manutensão dos utencílios das escolas ? “Apesar de não constar no edital as terceirizadas realizam a manutenção dos equipamentos em 81 escolas: fogões, geladeiras, bebedouros, é custeada nestas escolas por estas terceirizada Denjud e Ghelly”.

            Qual o erro da Prefeitura na aplicação? “Eu diria que existe um super faturamento, já que hoje temos em torno de 250 escolas tirando as 81 terceirizadas e cerca de 30 que foram inauguradas recentemente, sobram cerca de 140,  o que daria 44 mil anualmente para fazer a manutenção, é um exagero.

O edital não discrimina em que sera gasto este dinheiro em detalhes, apenas apresenta o valor total das contas. Por exemplo, se distribuirmos uniformemente este dinheiro entre estas 140 escolas, como uma escola com menos de 50 alunos gastaria 44 mil anualmente em manutenção de de cozinha , sim pois as escolas que naõ foram tercerizadas são as menores e as mais afastadas do perimetro urbano , existem muitas escolas pequemas em nosso município.

Hoje temos diversas creches funcionando em estado precário, casas funcionando como creches.  Vamos imaginar, quantos escolas nos construiríamos com este valor? Se existe este dinheiro por que não fazer creches por exemplo ?

Em Travessão a Escola Nossa Senhora da Conceição foi feita uma vistoria e os valores pagos pela prefeitura esta muito além do valor dos orçamentos apresentados por outras empresas”.

          Você já levou a denúncia ao Ministério Público? “Sim, a denúncia já esta no Ministério Público, a denúncia  Estadual sob o número 201-11 e a denúncia Federal sob o número 1.30.802.000069/2011-74 é so conferir. Existe uma verba específica para a merenda e uma específica para a manutenção, verba estadual e federal, que são explicitamente para a educação e poder público estadual e federal tem a obrigação de investigar estas denuncias, se estão usando os  6 milhões e 200 mil para merenda e manutenção e as verbas são carimbadas para outros objetivos , estão  Quero saber , se a verba do FUNDEB ou de outras origens .”

             O governo fazendo esta prestação de contas estaria sanando seu protesto? “Apresentando a prestação e justificando adequadamente os gastos, sim o que eu acho difícil. Por exemplo, a planilha do ano passado com estes gastos não chegam a R$ 800 mil, como estes custos saltaram para 6 milhões e 200 mil em um ano? Acredito que se entregassem esta verba nas mãos das diretoras, as coisas iriam funcionar melhor, claro com fiscalização. Temos que considerar que isto é a ponta do iceberg. Se ninguém reclamar e protestar estas coisas vão continuar sendo feitas.

Existe uma carência de professores, com esta verba de 500 mil mês  a prefeitura  poderia pagar R$ 2.500,00 a 200 professores durante anualmente . Se entrássemos na cozinha de muitas escolas com o ministério público para uma vistoria , muitas iriam ser interditadas, devido a manutenção precária e a proliferação de insetos, além do espaço físico inadequado”.

E a pergunta que não quer calar. Por que a Secretaria de Administração repassou a Secretaria de Educação esta verba, e sem ser solicitada?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *