.

Ao falar dos recursos que o Rio perderá com a redivisão dos royalties do petróleo do pré-sal entre União, Estados e municípios, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) disse acreditar que a presidente Dilma Rousseff vetará o projeto, que já foi aprovado no Senado e está em discussão na Câmara dos Deputados.

O senador afirmou ainda que, com aliados, recorrerá ao STF (Supremo Tribunal Federal) se não houver veto. “O direito é nosso. Vamos ganhar essa batalha”, disse o político em entrevista ao jornalista Kennedy Alencar, no programa “É Notícia” (RedeTV!) exibido na madrugada desta segunda-feira.

O governo do Rio estima perda de mais de R$ 3 bilhões só em 2012 para o Estado e os municípios produtores caso o projeto seja aprovado.

Na última quinta-feira (10), uma grande passeata, a Caminhada Contra a Injustiça em Defesa do Rio, foi realizada pelas ruas do centro da capital fluminense para protestar contra o projeto de lei.

ELEIÇÕES 2014

Em outro trecho do programa, Lindbergh Farias comentou a provável aliança entre PT e PMDB nas próximas eleições estaduais. Descartou, no entanto, a possibilidade de ser candidato a vice-governador em uma chapa liderada pelo atual vice-governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB).

“Ser vice não. Mas eu acho que, do PMDB e do PT, vai surgir um candidato. Estou com uma relação muito boa com o governador [Sérgio Cabral, do PMDB]. (…) Acho que, lá na frente, Lula, Dilma e Cabral, juntos, podem escolher um nome. Espero que seja o meu”, diz o senador no vídeo abaixo.VISITE SEMPRE: http://fabriciolirio.com.br/                   Fonte: Folha da Manhã

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *