Os funcionários do Senado voltam a ganhar acima de R$ 26,700, o teto permitido pela Constituição. Liminar foi cassada a pedido do Senado.

Vejam só em um momento de crise em que o Ministro Mantega crê que os efeitos da crise vão se prolongar por dois anos e solicita corte de gasto e controle dos gastos públicos, o destaque da noite de segunda-feira (22) foi a decisão da Justiça que garantiu os supersalários no Senado. Mais de 400 funcionários públicos vão ser beneficiados. Os funcionários do Senado voltam a ganhar acima de R$ 26,7 mil, o teto permitido pela Constituição.

O Tribunal Regional Federal em Brasília cassou a liminar que impedia o pagamento. Segundo o presidente do TRF, Olindo Menezes, o corte dos supersalários de forma abrupta poderia inviabilizar o funcionamento do serviço público no Senado.

“É realmente, o trabalho no senado seria inviabilizado, afinal Coitadinhos, não podem trabalhar ganhando apenas 26,700 mensais”.

O pagamento dos chamados supersalários estava suspenso desde junho, a pedido do Ministério Público Federal. Uma investigação feita no Senado revelou que um grupo de mais de 460 servidores ganhava muito mais do que o teto permitido pela Constituição, que é de R$ 26,7 mil .

Agora a liminar que suspendeu o pagamento foi cassada, porque o presidente do tribunal, desembargador Olindo Menezes, considerou que esses servidores não tiveram oportunidade de se defender. Por isso, eles voltarão a receber normalmente até o julgamento final do processo.  A LIMINAR FOI CASSADA A PEDIDO DO SENADO.

É de amarga esta “Injustiça Brasileira”. Como pode? Para conceder aumento ao servidores (Professores, Policiais e Bombeiros) que mantem a educação e a segurança do nosso país, TODOS lembram da crise, mas para concerder um ajuste exagerado e desnecessário ao senado a crise desaparesse como uma passe de mágica.

Visite Sempre:http://fabriciolirio.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *