A Justiça Eleitoral iniciou nesta quarta-feira (19) o processo de transição das urnas eletrônicas para o segundo turno das eleições municipais, que ocorrerá no próximo dia 30 em cerca de 55 cidades do país. A transição é o processo pelo qual os nomes dos dois candidatos mais votados no primeiro turno das eleições são inseridos no sistema da urna eletrônica, para serem votados na segunda etapa do pleito.

Cada Tribunal Regional Eleitoral (TRE) é responsável pelo processo de transição das urnas que utilizará no dia do pleito, que deverá estar completa até o momento do envio das urnas às seções eleitorais. Os TREs têm autonomia para determinar o seu próprio cronograma, conforme a sua estrutura técnica e logística. O regional do Pará foi o primeiro a começar a fazer a transição, que atenderá 90.535 seções eleitorais em todo o Brasil.

Segundo o coordenador de Sistemas Eleitorais da Secretaria de Tecnologia da Informação do TSE, José Melo, a previsão é que cerca de 115 mil urnas eletrônicas sejam preparadas para serem usadas no próximo dia 30.

RG/RC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *