O juiz Ralph Machado Manhães e sua esposa foram assaltados na noite desta quinta-feira na Rua Barão de Miranda, no Parque São Caetano. O magistrado estava com a esposa na frente da casa do seu tio,  quando quatro assaltantes os renderam e os levaram para o interior da residência.

 

O assalto ao Juiz Ralph Manhães, foi realizado por quatro homens armados quando o magistrado estava juntamente com a esposa, Rita Jamile Assad, na casa de parentes na Rua Barão de Miranda no Parque São Caetano em Campos, por volta das 22h30. Durante a ação, os bandidos levaram jóias, cartões de crédito, de banco, da defensoria, de magistrado, chaves de veículos e da casa, mochilas, talão de cheques, carteira de dinheiro, celulares e R$ 4.600 em espécie, fugindo em um carro celta de cor preta placa LUN-3067, que foi abandonado próximo ao edifício Salete no centro.
De acordo com a ocorrência de roubo registrada na 134ª DP (134-08730/2011), o magistrado estava dentro do carro com a esposa em frente à casa de um tio, Marcos Lincoln de Souza Muniz,quando foi rendido por um homem armado que teria anunciado o assalto, dizendo, “perdeu” e mandando que ele e a esposa entregassem os pertences, do contrário, os dois seriam mortos. Feito isso, o elemento teria ido em direção a um Celta, que estava parado atrás do carro do Juiz e depositado os objetos roubados. Em seguida o homem teria retornado e entrado no veículo, onde sentou no banco traseiro e manteve uma arma apontada para o juiz e a esposa. Nesse momento, Drº Ralph teria notado uma movimentação no interior da residência do tio, onde dois outros elementos estavam. Nesse momento, um quarto homem, que dirigia o Celta, teria estacionado em frente ao carro do magistrado e buzinado para chamar os demais elementos que estavam dentro da casa, além de questionar o homem que mantinha o casal sobre a mira de um revólver, se estava tudo bem dentro do veículo. Como a resposta foi, “está tudo tranqüilo”, o motorista do Celta teria então entrado na residência e após alguns minutos retornado com os dois comparsas, que se juntaram ao quarto elemento. Antes de sair do carro do Juiz, ele teria feito ameaça no caso do casal seguir o celta.
A polícia foi chamada e realizou diligências no parque São Caetano e bairros vizinhos, mas o veículo usado no assalto não foi encontrado. Ele foi abandonado próximo ao Edifício Salete no centro da cidade. O veículo usado no assalto foi roubado em São Francisco do Itabapoana. A redação tentou falar com o juiz, mas não obteve êxito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *