A estimativa é que mais de 10 mil pessoas, entre trabalhadores, gestores e usuários de todas as regiões do País participem do evento

Municípios serão beneficiados com equipes de Atenção Básica, além de Equipes de Saúde Bucal; Núcleos de Atenção à Saúde da Família (Nasf) e Centros de Especialidades Odontológicas (CEO)

  • Municípios serão beneficiados com equipes de Atenção Básica, além de Equipes de Saúde Bucal; Núcleos de Atenção à Saúde da Família (Nasf) e Centros de Especialidades Odontológicas (CEO)

Até o dia 15 de setembro, o Ministério da saúde recebe as inscrições de relatos de experiência para a IV Mostra Nacional de Experiências em Atenção Básica / Saúde da Família. A coletânea tem o objetivo de promover um intercâmbio para estimular soluções criativas e adaptáveis aos desafios em relação ao acesso aos serviços de saúde na atenção básica nas diferentes realidades do País.

O evento está previsto para acontecer no mês de março de 2014. Será realizado em Brasília e promovido pelo Departamento de Atenção Básica da Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde (DAB/SAS/MS). Com o lema “Valorizando experiências, estimulando o protagonismo local”, buscará fazer emergir narrativas que provoquem reflexões e deem visibilidade às práticas de saúde que acontecem nos territórios.

Cronograma e participantes

A partir do dia 17 de agosto, os relatos terão o apoio da curadoria da IV Mostra para desenvolvimento. Esta etapa vai até dia 20 de outubro. A avaliação dos relatos acontecerá de 1º a 30 de novembro. Podem participar agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem, auxiliares e técnicos de farmácia, dentre outros, na categoria para profissionais de nível médio. Para nível superior, podem se inscrever médicos, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas, nutricionistas, educador físico, sanitaristas, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, farmacêuticos, assistentes sociais, médicos veterinários, dentre outros, também.

O evento contará com diversos espaços simultâneos, sendo mais de 50 para apresentação dos relatos; dois auditórios com mesas redondas; oito salas de oficinas; três tendas, sendo duas para 200 pessoas e uma para 500. Na programação estão previstas rodas de conversa sobre relatos de experiências, exposições audiovisuais, tendas de diálogo, atividades culturais, dentre outras.

Ao final, serão premiados 100 dos relatos inscritos. Os ganhadores serão premiados com a participação em um mini-documentário, visita a outras unidades, participação na WebTV da Comunidade de Práticas e publicação do relato na Revista Brasileira da Saúde da Família, conforme classificação na premiação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *