Mutirão já visitou 51 mil imóveis na cidade.
IIP caiu de 2.2, em janeiro, para 1.1 em março.

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, liberou o resultado do 2º Levantamento do Índice Rápido de Infestação do Mosquito Aedes Aegypti (LIRAa) deste ano. O balanço mostrou que o Índice de Infestação Predial (IIP) do município está ainda mais baixo, caindo de 2.2, em janeiro, para 1.1 em março. O último levantamento foi realizado entre os dias 17 e 20 de março e apontam para um quadro de médio risco.

O vice-prefeito e secretário de Saúde, Doutor Chicão, afirma que cerca de 450 agentes do CCZ continuam fazendo o trabalho de rotina em toda a cidade e reforçam as ações principalmente nos bairros com maior número de focos. Além disso, o Mutirão de Prevenção e Combate à Dengue prossegue até o início de maio, e já vistoriou mais de 51 mil imóveis.

Quase 30% dos criadouros foram encontrados em depósitos móveis, dentro de imóveis residenciais, como vasos e pratos, frascos com plantas, bebedouros de animais, etc. Outros 24,7% foram encontrados em depósitos ao nível do solo. Os agentes de endemias também encontraram muitos criadouros em calhas, lajes, ralos, sanitários em desuso, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *