No final do mês, a principal preocupação é com as contas que não chegam.  A greve dos funcionários começou há 14 dias.

Além de não receber as contas, podem surgir dificuldades para fazer alguns pagamentos, porque os bancários também estão em greve. A orientação é buscar locais alternativos como lotéricas, supermercados e caixas eletrônicos. Sem os boletos na mão é preciso antes entrar em contato com o prestador do serviço, por telefone ou pela internet. O melhor é não deixar para última hora, pra não correr o risco de pagar multa e juros.

O fim do mês chegou, mas a assessora parlamentar, Isabel Cristina França, não recebeu nenhuma conta. “O maior transtorno é que a gente não tem acesso a todas as contas online, as empresas realmente já deveriam estar tomando providencias e não a gente ter que correr atrás”, comenta.

Em Natal, um plano de emergência reduziu o impacto da greve. A direção chamou aprovados no último concurso e deslocou funcionários do setor administrativo para o operacional. “Nós estamos fazendo todo o trabalho para que o impacto seja o mínimo possível para os nossos clientes”, afirma Gilberto da Silva, diretor dos Correios-RN.

VISSITE SEMPRE:  http://fabriciolirio.com.br/                 Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *