“Não vamos aumentar impostos em 2017. Essa é uma decisão já tomada pelo governo”, disse o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, reafirmando que a União não trabalha com este cenário para o ano que vem. A declaração foi dada nesta terça-feira (23) durante um encontro com o prefeito Eduardo Paes sobre o balanço da Olimpíada.

Ele ressaltou que para a carga tributária não ser ampliada, o governo vai trabalhar com uma projeção de um aumento de 1,6% do Produto Interno Bruto (PIB) na proposta orçamentária para o ano que vem, contra uma projeção inicial de 1,2% do PIB que poderia exigir reajustes de impostos para fechar as contas.

Segundo ele , após a votação do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, o governo pretende voltar a negociar em plenário a aprovação de reajustes para várias categorias de servidores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *