Funcionários dos Correios no RJ decretam greve.

Os funcionários dos Correios do estado do Rio de Janeiro decretaram greve por volta das 21h desta terça-feira (13). As informações foram pelo Sindicato dos Trabalhadores da Empresa de Correios e Telégrafos do Rio (Sintect-RJ). Segundo o sindicato, a paralisação foi decidida após assembleia realizada em frente ao prédio da empresa, no Centro do Rio. A greve, segundo o sindicato, é por tempo indeterminado. Ainda de acordo com a categoria, os trabalhadores pedem um aumento real de R$ 400. Além disso, a categoria ainda reivindica um piso salarial de R$1.635 e o aumento do vale-alimentação para R$30 por dia, sendo R$ 690 e R$ 810 para quem recebe 23 e 27 vales, e o aumento do vale-cesta de R$ 200.

Greve dos Correios não altera prazos de pagamentos: a  Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informou nesta quarta-feira que não haverá prorrogação de prazos de pagamentos de cobranças não recebidas em função da greve dos Correios, iniciada à 0h. As datas de vencimento, esclarece a Febraban, são determinadas pelas concessionárias de serviços públicos e empresas emissoras dos boletos. Em comunicado, a entidade sugere que os clientes identifiquem os pagamentos recorrentes mensais, ou aqueles eventuais que poderão incidir no período da paralisação e, com essas informações, procurem as agências das concessionárias ou empresas emissoras dos boletos para solicitar a segunda via da cobrança. “A Febraban observa ainda que o DDA – Débito Direto Autorizado, serviço bancário disponível desde 2009, elimina a necessidade do boleto impresso. Podem ser acessados eletronicamente pelos consumidores, sem o risco de extravio da correspondência e a alteração dos dados”, diz a nota.

Os funcionários dos Correios de 24 estados entraram em greve por tempo indeterminado às 0h desta quarta, segundo o diretor da Federação dos Trabalhadores dos Correios, José Gonçalves de Almeida.

VISITE SEMPRE: http://fabriciolirio.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *