thumbsmaterias (1)

 

Durante o período de férias, muita gente aproveita para migrar com seus familiares e amigos para regiões litorâneas e serranas. Mas, alguns cuidados devem ser redobrados antes de deixar as residências por períodos prolongados. De acordo com o comandante do 8º BPM, tenente coronel Antônio Carlos Sabino, avisar os vizinhos que irá viajar e manter as luzes da casa apagadas são atitudes que protegem os imóveis da criminalidade.

Outros cuidados como equipamentos de segurança também vale na hora de proteger o lar. Porém, o comandante alerta que, além de todo um aparato técnico nos imóveis, é preciso atenção por parte dos moradores em estar verificando se os equipamentos estão de fato funcionando ou não.

 

“Não basta ter só a câmera se a manutenção não é feita mensalmente. Esses equipamentos têm ajudado a solucionar muitos crimes e são aliados da polícia no combate a criminalidade, mas têm de estar funcionando”, enfatizou Sabino.

Especialista no ramo de segurança há mais de cinco anos e dono de uma empresa de vigilância domiciliar, a Metropol Alarmes, localizada no município de São João da Barra, Jaime Gonçalves disse que as vendas estão muito boas, e que os equipamentos com maiores demandas são as câmeras com acesso a internet e sistema de alarme monitorado 24 horas.

Ele também explicou que qualquer eventualidade que venha acontecer, tanto a central quanto os moradores, serão imediatamente avisados.

“Os sistemas são programados para avisarem aos usuários se algum problema vir a surgir. O cliente é avisado por mensagem via celular que aquele determinado equipamento está defeituoso”, informou Jaime que concluiu mencionando que: “todo equipamento de segurança é limitado, e se não tiver uma compensação e atenção por parte da clientela em seu uso, o serviço fica reduzido”.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *