Seis pessoas da mesma família, entre elas duas crianças, ficaram sob a mira de armas e foram trancadas em um quarto no horário do almoço

assalto casa 2905 2assalto casa 2905 3Um médico e cinco familiares foram feitos reféns durante um assalto no início da tarde desta quinta-feira(29), no Parque Tamandaré, zona nobre de Campos. A esposa do médico chegava em sua casa por volta das 12h30, quando foi rendida por dois bandidos armados.

Os bandidos invadiram a casa e trancaram seis pessoas da mesma família, entre elas duas crianças, em um quarto. Após ameaças, os bandidos fugiram levando um automóvel da família, um Ágile verde, jóias e vários pertences da família.
O secretário municipal dos Direitos do Idoso e policial militar, Gilson Gomes, acompanha o caso, já que a esposa do médico é funcionária pública municipal. Ele falou ao Campos 24 Horas sobre o caso (confira o que ele disse ao final das informações).

Como aconteceu o assalto

Gilson Gomes casa assaltada

O secretário dos Direitos do Idoso e policial militar, Gilson Gomes, observa casas vizinhas e checa informações sobre o assalto

No horário do almoço, o médico, sua esposa, dois filhos e dois netos estavam na casa localizada na Rua Marquês Herval, próximo à Avenida 28 de Março. A esposa do médico saiu para um compromisso e foi rendida por dois bandidos armados quando abria um portão.

Já no interior da casa, os bandidos trancaram o médico, sua esposa, dois filhos e dois netos e um quarto. Eles não usaram de violência, mas fizeram ameaças de morte caso alguém tentasse dar algum tipo de alarme.

Após 30 minutos revirando toda a casa, os bandidos roubaram um dos carros da família, um  Chevrolet Ágile, cor verde, jóias, dois televisores, um vídeo game e outros pertences.
Inicialmente, os bandidos tentaram roubar um Corolla do médico. Como o carro tem câmbio automático, não conseguiram retirá-lo da casa.
Na saída, os bandidos determinaram que a família saísse do quatro somente após 60 minutos.

Segundo a polícia,  os autores do assalto foram dois homens de cor negra, que chegaram ao local em uma motocicleta. Há suspeita de que podem ser os mesmos bandidos que assaltaram, na semana passada, a casa de um oficial da Polícia militar, no bairro IPS, em Campos.

Secretário critica falta de segurança

O secretário municipal dos Direitos do Idoso e policial militar, Gilson Gomes, esteve no local, já que a esposa do médico é funcionária da prefeitura e lotada em sua secretaria. Ele  falou ao Campos 24 Horas.

“Muitos assaltos a mão armada em plena luz do dia vêm ocorrendo em nossa cidade. Isso prova que estamos sofrendo com a falta de segurança. É preciso que se adote medidas urgentes, pois a população não pode ficar à mercê desses bandidos que atacam a qualquer hora do dia. Esses dias tivemos até um colega, oficial da PM, que teve a família feita refém. Medidas urgentes são necessárias na área de segurança”, disse Gilson Gomes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *