Exposição Campos

Neste dia, o museu vai funcionar das 10h às 20h

 

O Museu Histórico de Campos abre nesta terça-feira (28), dia em que Campos completa 182 anos de elevação de vila à categoria de cidade, a exposição Achados Arqueológicos do Sítio do Caju. Neste dia, o museu vai funcionar das 10h às 20h. Segundo a gerente do museu, Graziela Escocard, a exposição vai contar a história dos índios Goitacá, primeiros habitantes de Campos. O espaço cultural, que conta parte da história do município, é administrado pela Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL). O ponto facultativo do município foi antecipado para segunda-feira (27) e, na terça-feira (28), haverá uma programação comemorativa, que será aberta pelo prefeito Rafael Diniz, às 8h, na sede da prefeitura, e segue a partir das 15h, com atividades na Praça do Santíssimo Salvador, no Centro.

A exposição terá imagens e textos das missões arqueológicas ocorridas no sítio do bairro do Caju nos anos de 1960, 70, 80 e 90. Terá ainda ossos dos índios que ficarão expostos através de uma vitrine de vidro. “Depois que ocorreram as escavações, foi produzido um trabalho pelos pesquisadores Odemar Dias e Jandira Neto, que deu origem a um livro com o mesmo nome da exposição”, explica a historiadora.

Graziela informa que a exposição começa no dia 28 e segue até o final de abril. “Além da comemoração pela elevação de Campos à categoria de cidade, também estaremos com a exposição pelo Dia do Índio, comemorado em 19 de abril”, ressalta. As visitas podem ser agendadas através do telefone (22) 98175-0616.

A historiadora lembra que no dia 28 a comemoração é devido à elevação de Vila de São Salvador à categoria de cidade mas que, na verdade, Campos tem mais de 300 anos. “É uma forma de esclarecer aos campistas como se deu o processo de ocupação desta região, que comemora este ano 364 anos de instalação da primeira Vila de São Salvador, 340 anos de instalação da segunda Vila pelo Visconde de D Asseca e os 182 de elevação à categoria de cidade”, informa Graziela, citando as três datas importantes que comemoram a fundação da cidade: 1º de janeiro de 1653; 29 de maio de 1677 e 28 de março de 1835.

Projeto de Educação Patrimonial – Além da exposição, a administração do museu preparou uma atividade para a criançada, que reúne diversão e conhecimento. A brincadeira será, de manhã, a partir das 10h, e à tarde, a partir das 14h. “Vamos montar uma caixa de terra, que chamamos de Sítio Arqueológico Teórico, onde as crianças serão arqueólogos por um dia. Elas vão escavar essa caixa de terra, onde encontrarão esqueletinhos de brinquedo, fazendo uma alusão aos achados arqueológicos. Assim, as crianças vão aprender brincando”.

Fonte: Comunicação/PMCG

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *