O sofrimento para a concessionaria Aguas do Paraiba é normal , bom seria se  o Lacerda morase em ururai .

Fernanda Moraes – folha da manha .

Moradores do distrito de Ururaí, no município de Campos, estão reclamando das obras realizadas no local pela Prefeitura. Há cerca de oito meses, segundo a dona-de-casa Hilda Mara de Azevedo Dias, 42 anos, quando teve início o projeto “Bairro Legal”, o calçamento das ruas foi todo danificado e, com a retirada dos ralos, a água das chuvas tem invadido as casas, causando inúmeros transtornos aos moradores.
Hilda reclamou ainda do esgoto a céu aberto em várias ruas do distrito.
— Quando chove, a água se mistura ao esgoto e invade as casas. Na última chuva mesmo, tive que me mudar para a casa da minha irmã, no Posto Flecha —, disse, irritada, a moradora, que ontem também estava sem água na torneira. Esse, no entanto, segundo ela, seria inclusive um problema frequente no local, que tem atingido também a escola municipal. Tanto que sua filha, de apenas 10 anos, se queixou de ter que sair mais cedo do colégio por causa da falta d’água. “Não gosto nem um pouco”, disse a menina.
A concessionária Águas do Paraíba informou ontem à tarde que, em caso de reclamação, as pessoas devem ligar para o nº 115. O bairro, segundo a assessoria, está com várias frentes de obras e isso pode provocar o rompimento da rede de água, problema que logo é sanado por uma equipe da empresa.
Já a secretaria de Comunicação da Prefeitura de Campos informou que a previsão é de conclusão das obras do Bairro Legal ainda este ano.  Ainda de acordo com a assessoria, o bairro está sendo todo reestruturado, com calçamento padronizado e canaletas para ajudar a escoar a águas das chuvas, o que fez com que as obras fossem divididas em quatro etapas.
A Águas do Paraíba, segundo a Prefeitura, vai construir uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), visando resolver o problema de esgoto no distrito de Ururaí, o que vai beneficiar os moradores de uma maneira geral. A Prefeitura já desapropriou a área para construção da unidade e a concessionária aguarda agora liberação da licença ambiental para iniciar as obras, que terão prazo de conclusão de 12 meses.

Companheiros não se preucupem , ano quem , lá perto da eleição, as obras estarão prontas , EU GARANTO !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *