Produtor de cana investe na produção artesanal em barris de carvalho.
Foco agradar ao paladar dos turistas estrangeiros na Copa do Mundo.

Um produtor de cana de açúcar de Santa Isabel, distrito de Bom Jesus do Itabapoana, no Noroeste Fluminense do Rio, está atendo a demandas de um mercado que esta surgindo graças aos grandes eventos, como a Copa do Mundo e as Olímpiadas, no Brasil.

Na fazenda de João Luis Bousquet há produção de cachaça idustrial começou há 26 anos e hoje são produzidos até 150 mil litros da bebida, mas atualmente, o foco do alambique é outro. O empresário procurando alcançar um tipo de cachaça mais fino, para atender ao paladar dos estrangeiros, está investindo na produção artesanal em barris de carvalho.

De acordo com o empresário João Luis Bousquet, foi seu irmão que surgiu com a idéia, já que não tinha o que fazer com a produção de cana.  ” A região tinham duas usinas, de acúcar e de alcool, que escoavam nossa produção. Quando elas fecharam, meu irmão montou o alambique. E deu muito certo.”

Os produtos agora incluem licores de três sabores (Foto: Reprodução Inter TV)Depois da cachaça industrial, agora o alambique se voltou para um mercado mais selecionado, o da cachaça artesanal. E com a ajuda da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ) e do Sebrae, foi possível aperfeiçoar os produtos. Hoje, já são três marcas e produtos diferentes, incluindo licores, nos sabores Carvalho, Meladinho e Cravo e Canela.

” O Meladinho é feito do melaço da cana, temos também o Cravo e Canela e o Carvalho que é feito exclusivamento com cachaça envelhecida no barril de carvalho. Estamos na fase de registro dos produtos, mas que degustou adorou e já está esperando começar as vendas”, explica o empresário.

A idéia do produtor não é apenas vender para a região e sim expandir os negócios. Os estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Espírito Santo são os principais consumidores da cachaça, mas o empresário não planeja se limitar a apenas vendas no Brasil, e sim investir para fora do país. E pensando nisso, ele já está se preparando para apresentar seus produtos para os estrangeiros já aqui no Brasil, durante a Copa do Mundo e as Olímpiadas.

Empresário fala sobre planos de vendas (Foto: Reprodução Inter TV)”Estou fazendo um trabalho com trabalho com um distribuidora e algumas lojas do Rio e de Vitória. E também com o apoio do Sebrae que está fazendo trabalhando as marcas do Rio, além de produzir uma carta de todas as cachaça do do estado do Rio, o que vai dar uma boa divulgação. Vai ser muito promissor. As expectivas são as melhores possíveis.”, ressalta João Luis Bousquet

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *