Os comícios deixaram de ser prioridade na campanha eleitoral. Os candidatos preferem investir boa parte dos recursos de campanha nas redes sociais e no WatsApp. Com uma semana de campanha, os candidatos à Prefeitura e Câmara de Vereadores dão mostras que vão priorizar esses meios para conquistar do eleitor. Em Campos, nenhum dos seis candidatos à prefeitura realizou um comício até agora. Os candidatos também não anunciaram quando serão realizados. Possivelmente, o  deixarão para fazê-los nas últimas semanas de campanha, em locais estratégicos, como a Praça do Santíssimo Salvador, no Centro,  e o bairro Jardim Carioca, em Guarus.

Por outro lado, as ferramentos de comunicação política também podem gerar muitas demandas judiciais. O serviço de mensagens instantâneas WhatsApp é a principal aposta do marketing eleitoral na disputa deste ano. No entanto, se por um lado, o aplicativo pode auxiliar no contato entre candidatos e eleitores,  do outro, é também motivo de preocupação por sua alta capacidade de disseminar boatos e ataques pessoais. Quando o assunto é eleição, o WhatsApp pode se tornar “terra sem lei”.

Entre os especialistas que alertam para disseminação de boatos pelo aplicativo, está o professor de Direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV),  Michael Mohallem.

“Primeiro, porque a campanha terá que ser feita com menos recursos e as redes são mais baratas do que a TV. E também porque só doações de pessoas físicas serão aceitas. Então, as redes serão usadas para pedir dinheiro e levar o eleitor até o site dos candidatos para fazer o repasse. O WhatsApp também é uma ferramenta útil, pois eleitores podem compartilhar o material. Mas candidatos só podem mandar mensagens para quem solicitou. Caso contrário, podem ser denunciados ao MP eleitoral”, afirmou.

Sobre as alfinetadas, Mohallem diz que o uso difamatório é proibido pela lei eleitoral.

“Mas acontece e os boatos acabam viralizando. O candidato precisa ser rápido em desmentir as notícias falsas”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *