Tribunal Regional Eleitoral não define e Rosinha continua no cargo.

O TER (Tribunal Regional Eleitoral) julgara na próxima semana a questão sobre o caso da prefeita Rosinha Garotinho (PR). Enquanto isto, a prefeita tenta ampliar o prazo da liminar que a mantém no cargo. Após ser cassada em setembro por abuso de poder econômico, Rosinha já conseguiu duas liminares consecutiva de 30 dias que possibilitaram sua permanência no cargo de prefeita.

A 2° liminar que mantém Rosinha no cargo foi concedida no dia 26 de outubro, mas o prazo conta a partir do prazo da primeira liminar. Então, para que a prefeita não saia do cargo, o julgamento no TRE tem que acontecer até o fim deste mês. Na última quarta-feira o tribunal informou que o prazo seria estendido. Porém, na tarde de ontem, afirmou que ainda não há uma definição sobre o caso.

E assim continua a instabilidade politica de Campos e a incerteza da população quanto ao futuro da cidade (incluindo o futuro bem próximo) . VISITE SEMPRE: http://fabriciolirio.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *