.

Só para o Hospital Plantadores de Cana, a prefeitura deve mais de R$ 2 milhões. São R$ 866 mil referentes ao mês de maio e R$ 1,18 milhão de junho.

Apesar do atraso no repasse da verba na Santa Casa de Misericórdia, em Campos, os serviços não estão prejudicados, segundo a direção do hospital. No Hospital Álvaro Alvim, o atendimento aos pacientes também não foi prejudicado pelo atraso no repasse da verba da prefeitura. Os médicos, enfermeiros e outros funcionários do Hospital Escola trabalham normalmente. Os valores da dívida da prefeitura nas cinco unidades de saúde em Campos já passa dos R$ 5,8 milhões.

Só para o Hospital Plantadores de Cana, a prefeitura deve mais de R$ 2 milhões. São R$ 866 mil referentes ao mês de maio e R$ 1,18 milhão de junho. Na Santa Casa de Misericórdia, o débito é de mais de R$ 2,6 milhões. A dívida de abril é de R$ 161 mil. Em maio e em junho a dívida é de mais de R$ 1,2 milhão. Já a assessoria do Hospital Escola Álvaro Alvim informou que aguarda o repasse de R$ 730 mil da prefeitura, sendo R$ 34 mil de março, quase R$ 170 mil em abril e R$ 525 mil em maio. A prefeitura deve ainda R$ 291 mil ao Hospital Beneficência Portuguesa e R$ 116 mil ao Abrigo João Viana. São R$ 58 mil referentes ao mês de maio e outros R$ 58 mil do mês de junho.

Fonte: in 360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *