Foto: Divulgação

O órgão vai funcionar em duas salas no térreo da Secretaria Municipal de Fazenda, à Rua Treze de Maio, em horário comercial

A partir da tarde desta sexta-feira (18), quem for abrir uma empresa em Campos não terá mais que viajar à capital fluminense para realizar todos os procedimentos. É que às 14h, será inaugurada na cidade a 27ª delegacia da Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (Jucerja), a partir de uma parceria entre a Prefeitura de Campos com o Governo do Estado. O órgão vai funcionar em duas salas no térreo da Secretaria Municipal de Fazenda, à Rua Treze de Maio, em horário comercial.

— A instalação da junta é uma reivindicação de mais de 15 anos do setor empresarial e dos contabilistas, que agora terão um ganho enorme de tempo na abertura de empresas e outros procedimentos. Para se ter uma ideia, São João da Barra, bem menor que Campos, já tem a sua junta, bem como Itaperuna, no Noroeste Fluminense — destaca a subsecretária de Fazenda, Marcilene Daflon.

Entre os principais beneficiados pela delegacia da Jucerja estão os associados de entidades de classe, como: Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Associação Comercial e Industrial de Campos (ACIC) e Conselho Regional de Contabilistas (CRC).

Durante sete semanas, cinco funcionários da Secretaria Municipal de Fazenda passaram por capacitação na Jucerja de Itaperuna e também na capital, recebendo treinamento para atuação nos três setores da Junta, que são: Protocolo, Livro e Julgamento. A servidora Evelyn Rangel Tavares vai atuar como julgadora e está satisfeita com o novo desafio na carreira.

— Estou com uma grande expectativa após me preparar para esse importante trabalho, que vai facilitar a vida de muitos empresários e contabilistas que até então, enfrentavam tanta dificuldade para abertura de empresas — explicou Evelyn.

Juntamente com a Jucerja, está sendo instalado o Sistema de Registro Integrado (Regin), que é um conjunto de procedimentos para proporcionar ao empresário, consulta antecipada a instituições para verificar a viabilidade da implantação da sua empresa. Isso possibilita a liberação do alvará em conjunto com o Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária e outros órgãos.

Fonte: Comunicação PMCG 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *