Com cenário mais claro, confira quais são os nomes com reais chances de conquistar vagas nos partidos

A menos de um mês das convenções que irão confirmar as candidaturas a prefeito, avançam as discussões para os nomes que irão representar partidos e grupos políticos na eleição que será realizada no dia  2 de outubro, primeiro domingo do mês. O segundo turno, caso aconteça, será no dia 30 de outubro.

Na Frente Popular Progressista, aliança de 12 partidos que tem à frente o PR, liderado pelo ex-governador Anthony Garotinho, há definições pontuais.

No inicio desta semana, o presidente da Câmara Municipal de Campos, vereador Edson Batista (PTB), anunciou que não irá disputar a prévias para deixar à vontade o PR, como partido mais representativo da Frente, na escolha do pré-candidato à prefeitura.

“O PR tem a prefeita, possui em seus quadros dois ex-governadores, dois deputados federais, um estadual e três vereadores. Portanto, é o partido que tem representatividade, legitimidade e capital politico para definir essa escolha. Assim decidiu o diretório do nosso partido. O que o PR decidir, então, nós iremos acatar”, disse o presidente da Câmara.

Edson Batista foi seguido nesta quinta-feira (30) por Thiago Ferrugem, além da  vereadora Auxiliadora Freitas (PHS), outra pré-candidata que retirou seu nome das prévias que indicará o candidato a prefeito da coligação.

Outros pré-candidatos da Frente Popular Progressista são Mauro Silva, Doutor Chicão, Fábio Ribeiro, Edilson Peixoto, Eduardo Crespo, Paulo Hirano e Charles Guerreiro.

Presidente regional do PR, o ex-governador Anthony Garotinho marcou para o dia 30 de julho a data da convenção para a escolha oficial do candidato a prefeito que representará a Frente nas eleições.

DINIZ – O vereador Rafael Diniz (PPS), outro pré-candidato, espera anunciar uma dobradinha com o colega Gil Vianna (PSB), também pré-candidato à prefeitura. “Ele é pré-candidato a prefeito, como eu. Mas existe essa possibilidade, entre nós existe esse entendimento, independentemente de quem será o cabeça de chapa ou candidato a vice. Vamos aguardar”, disse Rafael.

A propósito, Rafael deve oficializar sua candidatura na convenção marcada para o dia 31 de julho, um domingo.

TADEU – Eleito vereador com a força nas classes populares de seu programa Balanço Geral, na TV Record, Alexandre Tadeu (PRB) não terá a televisão como aliada nesses meses que antecede as eleições. Por força da legislação eleitoral, ele se afastou de seu programa até as eleições.

Alexandre Tadeu teve sua pré-candidatura a prefeito lançada no último sábado, no Hotel Windsor Guanabara, no Centro do Rio. Do evento, participaram o deputado estadual Wagner Montes, os senadores Marcelo Crivella e Eduardo Lopes, entre outros políticos do PRB.

O candidato a vice na chapa de Tadeu deverá ser o empresário René Siqueira, da Associação Evangélica de Campos, filiado ao PSC, partido presidido em Campos pelo vereador Paulo Genásio. No último dia 24, Tadeu participou de evento do partido em Campos, que contou com a presença do deputado Flávio Bolsonaro (PSC).

PEIXOTO – O deputado estadual João Peixoto (PSDC) é outro pré-candidato à prefeitura de Campos. Na Câmara, ele conta com o apoio de dois vereadores: José Carlos Monteiro e Deivison Miranda, ambos filiados ao seu partido.

NILDO– Outro pré-candidato a prefeito, o vereador Nildo Cardoso (DEM) confirmou sua pré-candidatura numa reunião comunitária. Ele garante que sua candidatura é para valer. “É meu último mandato como vereador. Daqui só saio para ser prefeito. Caso contrário, volto para continuar administrando minhas empresas com meus filhos”.

Nildo Cardoso anunciou seu filho, o empresário José Leandro, como pré-candidato a vereador.

CAIO – Embora tenha dito que sairá candidato na recente inauguração da sede do PT em São João da Barra, o ex-prefeito Arnaldo Vianna (PEN) não pode ser candidato porque encontra-se inelegível em mais uma eleição, por conta da Lei da Ficha Limpa. Ele foi condenado por vários tribunais como o TCE (Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro), Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TT) e Tribunal de Contas da União (TCU). Arnaldo deve apoiar seu filho, Caio Vianna (PDT), nas eleições deste ano.

PUDIM – O PMDB realizará sua convenção no dia 29 de julho e muito provavelmente vai confirmar o deputado estadual Geraldo Pudim como candidato a  Prefeitura de Campos.

“Com necessidade de mudança, desde o ano passado estamos nos planejando para oferecer o melhor para a nossa cidade. Temos certeza de que somente com a participação da sociedade poderemos encontrar o caminho para que a cidade volte a se desenvolver”, disse Geraldo Pudim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *