.

A Federação Nacional dos Médicos (Fenam) confirmou na manhã desta terça-feira que os médicos que realizam atendimento pelo SUS devem paralisar as atividades em cerca de 20 estados em protesto contra a baixa remuneração e as más condições de trabalho da rede pública de saúde.  Serão suspensos os atendimentos eletivos (consultas, exames e outros procedimentos). A rede de emergência e urgência está mantida.

Em Campos, Os profissionais da área de Saúde em Campos estão fazendo, um protesto a favor do Sistema Único de Saúde (SUS). Pelos hospitais da cidade faixas indicam o “luto” pela falta de investimentos no sistema. O ato é nacional, mas diferente de algumas cidades do país, onde os profissionais vão suspender o atendimento, em Campos eles irão trabalhar com tarja preta nos braços e distribuir panfletos para informar à população. O coordenador da seccional Campos do Conselho Regional de Medicina, médico Makhoul Moussallem, explicou que o movimento não é contra o SUS, mas a seu favor.

— Estamos em “Luto pelo SUS”. Decidimos não suspender o atendimento em respeito ao cidadão que espera meses por uma consulta ou exame pelo SUS. No entanto, toda a população tem que se indignar com o que anda acontecendo na saúde. Não podemos ver o SUS morrer sem que a gente não faça nada e pela primiera vez os hospitais também entraram nessa luta. Falam em má gerencia dos recursos, mas como administrar uma unidade hospitalar, quando o Governo Federal paga R$ 7,00 para uma cirurgia de fimose e R$ 1200,00 para uma cirurgia cardíaca complexa para toda uma equipe? — destacou o médico.

Segundo a Fenam, os estados que devem aderir totalmente são: Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina e Sergipe. Em outros dois estados a paralisação será pontual e alguns estados foram programadas manifestações públicas em protesto contra a precariedade da rede pública.

VISITE SEMPRE: http://fabriciolirio.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *